Em entrevista para o Portal MTI, Fernando Barrueco defende a ideia de criptomoedas empresariais para aumentar a inclusão social

Fernando Barrueco, CEO da Bomesp, classifica as criptomoedas em três grupos, de acordo com seus objetivos mercadológicos.



São Paulo, 12 de Dezembro de 2019 – O CEO da Bomesp (Bolsa de Moedas Virtuais Empresariais de São Paulo) acredita na utilização do blockchain para permitir às empresas gerarem tokens, ou criptoativos, para desenvolver uma economia distribuída, aumentar a inclusão social e oferecer maior liberdade aos usuários, que poderiam gerar uma alternativa além dos bancos como intermediários nas transações comerciais.

“Nesse contexto, é importante que as pessoas entendam que as criptomoedas têm particularidades e podem ser divididas em três grandes grupos, com objetivos diferentes”, diz Barrueco.

O primeiro grupo envolve nomes como Bitcoin, Ethereum e a própria Niobium Coin, da Bomesp. São moedas com lastro na tecnologia, utilizadas como investimento, que têm como principal característica a oscilação. Por este motivo, não são recomendadas para uso no comércio.

Já o segundo grupo abarca as chamadas stable coins (ou moedas estáveis). É nele que se posiciona projetos como o da Libra da Aliança do Facebook, anunciada para chegar ao mercado em 2020, que está lastreada em uma cesta de ativos: no dólar, euro,libra esterlina, além de títulos da dívida alemã.

A ideia é que as empresas da Aliança Libra depositem até 1 bilhão de dólares em um banco da Suíça e emitam, em contrapartida, 1 bilhão de libras lastreadas nesta cesta de ativos, para começarem a utilizar no Facebook e WhatsApp.

“Acreditamos que as stable coins serão responsáveis pelo desenvolvimento da economia distributiva”, finaliza.

Por fim, no terceiro grupo estão os criptoativos que têm característica de valor mobiliário e promovem a “tokenização da economia” voltada para o mercado financeiro ou mercado de capitais, ou seja, permitem transformar o que a legislação atualmente considera valor mobiliário, como por exemplo, ações de empresas, debêntures, derivativos entre outros formas de ativos financeiros, utilizando-se da tecnologia do Blockchain.

Esses ativos, porém, dependem de regulação. No Brasil, ela fica a cargo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), da SEC nos Estados Unidos e da FINMA na Suíça, mas há órgãos reguladores em todo o mundo.

Stable coins atreladas ao real



Barrueco afirma, ainda, que a Bomesp está trabalhando no lançamento da Tuna Coin, criptomoeda corporativa que será emitida pela Companhia Industrial Atuneira S/A. Trata-se de uma utility coin (token de utilidade) na compra e venda de atum.

Está previsto, também, para o lançamento de moedas voltadas para as commodities agrícolas, que vão funcionar como se fossem vouchers, fichas ou vales, para a compra de produtos rurais, como soja, trigo, café, entre outros.

Sobre a BOMESP



Pioneira no mercado de criptomoedas empresariais, a Bolsa de Moedas Virtuais Empresariais de São Paulo (BOMESP) permite que empresas dos mais variados portes e segmentos emitam moedas digitais próprias, para serem usadas também no cotidiano das pessoas.

A Bomesp utiliza tecnologia de última geração, em um sistema de negociação de alta eficiência, semelhante às maiores instituições financeiras norte-americanas e globais, como NASDAQ Stock Market, JP Morgan Chase, Bank of America, Crédit Suisse e Goldman Sachs.

Para atender às necessidades dos usuários de sua plataforma, a Bomesp desenvolveu um sistema capaz de processar 10 milhões de transações por segundo, com apenas 40 nanosegundos de latência de processamento em cada negociação, possibilitando vantagens competitivas para as operações em nível global.

A velocidade é sete vezes mais rápida que a maior plataforma de criptos atual, incluindo as maiores exchanges de todo o mundo.

*Texto publicado originalmente em: MTI Tecnologia.

Ulterior States – Documentário

Nome: Ulterior StatesDuração: 52 minutosEstúdio: IamSatoshi Sinopse: Ulterior States foi produzido por IamSatoshi, em um projeto documental argumentativo que responde uma dúvida comum ao ecossistema de criptoativos:

Leia mais »

Receba nossas novidades​

Fique por dentro da BOMESP

Coloque seu e-mail e receba notícias semanais sobre criptomoedas e tendências do mercado

Saiu na Mídia

logo-bomesp-brasil-branco-alt

Sobre a BOMESP

Com foco em tornar a Economia Distributiva mais acessível, a BOMESP existe para trazer o que há de mais novo e completo quando se fala em Criptoativos Empresariais e Soluções em Blockchain.

Assessoria de Imprensa: Key Press Com
Beatriz Marques Dias
[email protected]
Tel. +55 (11) 3266-3638 | Cel. +55 (11) 99340-5722