O que é a Blockchain?

Em tradução uma tradução literal, Blockchain pode ser traduzido como uma cadeia (ou corrente) de blocos.

O que é Blockchain?


Você chega em casa do trabalho, liga a tv para dar uma relaxada e ouve uma palavra diferente em alguma notícia sobre economia, uma tal de Blockchain. Provavelmente o termo foi usado para citar algo relacionado ao Bitcoin, que atualmente tem chamado muita atenção do mercado por conta de diversos fatores, principalmente ligado a pagamentos e serviços financeiros. Mas aí no meio de tudo isso, você se pergunta: O que é Blockchain?
De forma mais específica, a Blockchain é uma tecnologia estruturada por uma cadeia linear formada por vários blocos que são conectados e protegidos por provas criptográficas.

Nestes blocos são gravados registros de todas as transações feitas em sua rede, de forma com que estes dados possam ser vistos por qualquer um dentro dela, ao mesmo tempo que não podem ser alterados.
Funciona como um livro-razão na contabilidade, porém, com a característica de ser distribuído e descentralizado.

O que significa ser “distribuído” e “descentralizado”?


Esta é a maneira como o livro (no caso, a Blockchain) é estruturado e mantido. 

Em um livro-razão comum de contabilidade centralizada, apenas uma organização faz o controle do mesmo, como por exemplo em uma lista de pedidos feitos no Mercado Livre ou um registro bancário de saques em caixas eletrônicos. Nos dois casos, apenas uma organização controla o razão: o Mercado Livre ou o Banco. Outra característica é o fato de existir apenas uma “cópia mestre” do razão e qualquer outra versão é simplesmente um backup, literalmente uma cópia, que não é considerado como documento oficial.

Já em uma Blockchain, todo o sistema é distribuído e funciona como um livro descentralizado. Isso significa que não há uma cópia única do razão (distribuída) e nem uma autoridade única no controle (descentralizada). Simplificando, todo usuário que decide ingressar e participar do processo de manutenção de uma rede Blockchain recebe e mantém uma cópia eletrônica com todos os dados dessa Blockchain, que é frequentemente atualizada com as transações mais recentes, em sincronia com as cópias de todos os outros usuários. 

Esse sistema distribuído é mantido pelo trabalho coletivo de diversos usuários espalhados pelo mundo. Por conta da descentralização da Blockchain, todos os usuários (que são conhecidos como “nós” da rede), participam do processo de verificação e validação de transações, seguindo claro, as regras do sistema.

Como a Blockchain funciona


A rede Blockchain leva o nome da forma como os registros são organizados: uma cadeia de blocos vinculados. Em resumo, um bloco é um dado que contém uma lista com as mais recentes transações e diversos outros itens. Os blocos, assim como as transações, são públicos e visíveis, mas não podem ser alterados. Conforme novos blocos vão sendo adicionados à Blockchain, é formado um registro contínuo de blocos vinculados uns aos outros, como as argolas de uma corrente.

A criptografia utilizada nos blocos e o fato de os mesmos serem todos vinculados, são dois dos principais motivos pelos quais é praticamente impossível alterar um dado dentro da Blockchain.

Como a rede não tem limitações, novos blocos são sempre produzidos e vinculados aos que vieram imediatamente antes deles. A produção de novos blocos exige um intenso e caro processamento de dados computacionais, que é conhecido como mineração. Os mineradores ficam responsáveis por verificar as transações e fazer seu agrupamento em blocos recém-criados e que serão adicionados à Blockchain. Também são eles que inserem novas moedas no sistema, normalmente emitidas como recompensa em troca do seu trabalho.

Por ser totalmente rastreável e imutável, a tecnologia Blockchain também pode ser aplicada em outras atividades que não exijam necessariamente operações financeiras, como na cadeia de suprimentos de uma empresa por exemplo, onde um produto poderia ser rastreado desde a sua fabricação até a entrega para o consumidor final, sem a perda de dados ou fraudes durante o processo.

A Blockchain na BOMESP


Aqui na BOMESP utilizamos a Tecnologia Blockchain como base de todos os nossos produtos.
Oferecemos uma Consultoria em Blockchain especializada para o desenvolvimento de aplicações e soluções para empresas que desejam criar sua própria criptomoeda, diminuir custos ou elevar a segurança de seus projetos. Atendemos empresas dos mais diversos nichos de mercado, por isso, é importante salientar que as tecnologias baseadas em Blockchain podem ser aplicadas em praticamente tudo.

Conheça algumas de nossas soluções:

Exchange – Plataforma para compra e venda de Criptoativos.
Niocerti – Segurança e imutabilidade para a emissão de certificados.
Niolog – Blockchain aplicada a Supply Chain de empresas.

Em resumo, a Blockchain é uma cadeia de blocos de dados vinculados que são organizados em ordem cronológica e protegidos por provas criptográficas que pode ser aplicada como solução tecnológica em diversos nichos e mercados.

banner exchange bomesp

Ulterior States – Documentário

Nome: Ulterior StatesDuração: 52 minutosEstúdio: IamSatoshi Sinopse: Ulterior States foi produzido por IamSatoshi, em um projeto documental argumentativo que responde uma dúvida comum ao ecossistema de criptoativos:

Leia mais »

O que são Smart Contracts?

Antes de mais nada, é importante dizer que já que estamos inseridos no universo das criptomoedas, utilizaremos a definição de smart contracts dentro desse contexto

Leia mais »

Receba nossas novidades​

Fique por dentro da BOMESP

Coloque seu e-mail e receba notícias semanais sobre criptomoedas e tendências do mercado

Saiu na Mídia

logo-bomesp-brasil-branco-alt

Sobre a BOMESP

Com foco em tornar a Economia Distributiva mais acessível, a BOMESP existe para trazer o que há de mais novo e completo quando se fala em Criptoativos Empresariais e Soluções em Blockchain.

Assessoria de Imprensa: Key Press Com
Beatriz Marques Dias
[email protected]
Tel. +55 (11) 3266-3638 | Cel. +55 (11) 99340-5722