Coreia do Sul proíbe que menores de idade negociem criptomoedas

O processo de regulamentação do mercado de criptomoedas na Coreia do Sul avançou mais uma etapa na manhã da terça-feira, 23. Um dia depois de anunciar a proibição de manter contas anônimas, as autoridades definiram que menores de idade e investidores estrangeiros não poderão operar com criptomoedas no mercado sul-coreano.

A Coreia do Sul é o terceiro maior mercado mundial das criptomoedas, perdendo apenas para os Estados Unidos e para a China. Com a decisão, o país reduz a probabilidade de que pessoas físicas especulem com criptomoedas de modo a assumir riscos além de sua capacidade financeira.

Idioma »